Início > Entrevista, Notícias > Radioamantes no Ar entrevista Rogério Assis

Radioamantes no Ar entrevista Rogério Assis

Neste sábado, o Radioamantes no Ar entrevistou Rogério Assis, narrador esportivo cujo casamento profissional com a Rádio Jovem Pan foi encerrado no último mês de setembro. Ele falou brevemente sobre sua saída da emissora e deixou no ar a possibilidade de voltar ao rádio em 2015. Outros assuntos abordados: seus melhores momentos na emissora, a tão falada crise do rádio esportivo e sobre os bastidores do programa Esporte em Discussão. O Radioamantes no ar é veiculado todas as sextas e sábados, sempre a partir das 09h pela web rádio Showtime (http://www.showtimeradio.com.br/). Com Rodney Brocanelli, João Alkmin e Flavio Ashcar.

showtime2

  1. SERGIO ROBERTO MAZURCHI
    18/10/2014 às 17:03

    CONTENÇÃO DE DESPESAS, DISPENSANDO O MELHOR: NÃO CONSIGO ENTENDER.

    Curtir

  2. juvenal do reis silva
    18/10/2014 às 21:22

    não consegui ouvir a sua entrevista com rogerio assis
    curto muito site radioamantes,porque gosto muito de radio

    Curtir

  3. Antonio Zanni
    15/11/2014 às 09:46

    Penso que a dispensa do Rogério Assis deveu-se ao seu temperamento pouco amistoso com o colega de programa Fernando Sampaio, durante o programa “Esporte em Discussão” da hora do almoço, onde ele torpedeava quase tudo o que o Fernando comentava. Acabou sobrando para o Rogério Assis, abrindo brecha para a contratação do Bruno prado, mas isso pode ter sido apenas mera coincidência.

    Curtir

  4. João
    08/03/2015 às 14:00

    Geralmente, a chegada de uma nova geração ao topo de uma empresa representa uma lufada de inovação, modernidade e progresso ao que pedia renovação, muitas vezes reflexo de um cansaço de fórmulas e padrões. No caso da Jovem Pan, incrivelmente, o que tem ocorrido é o oposto: depois que o filhinho Tutinha tomou conta da Pan, notadamente na AM, essa rádio simplesmente involuiu. Não adianta disfarçar “modernidade” com os avanços digitais, Viber, links ou gente “descolada” tentando dar notícia. O que vem acontecendo com a Pan, que era uma potência nos esportes, por exemplo, é triste e lamentável de testemunhar. Estão acabando com a equipe e programação de esportes à medida que entulham a programação com uma gente que se propõe a fazer dos microfones uma tribuna ultraconservadora afastando milhares de ouvintes que antes acompanhavam muito mais de perto a programação da Pan. Não há mais como ouvir essa rádio à noite, simplesmente. Parece uma FM comandada por histerismos e bravatas reacionários que transformam uma anterior programação agradável e inteligente por um show de clichês e gafes de gente muito mal informada. Daí, a gente só avança um pouquinho no dial e vai redescobrindo uma programação bem legal na Bandeirantes. Após o futebol, o pós-jogo da Pan está muito mais curto, enquanto na Bandeirantes ele se estende. Fácil entender a mudança nos números de cada rádio… “O avô constrói, o filho desfruta e o neto destrói”. É isso a Pan, hoje.

    Curtir

  1. 18/10/2014 às 13:10

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: