Início > Humor > As dez melhores gafes do rádio esportivo em 2014

As dez melhores gafes do rádio esportivo em 2014

Por Rodney Brocanelli

Chegou a hora. O blog Radioamantes vai divulgar as melhores gafes do rádio esportivo em 2014. A seleção vem sendo complicada desde 2009 e neste blog, ela chega ao seu quarto ano consecutivo. Nunca é demais repeitr: aqui, o conceito de gafe é bem amplo, não se limitando apenas ao erro cometido no ar, em uma transmissão ao vivo. Entram também momentos insólitos, totalmente fora dos padrões, mas que também provocam risos (ou sorrisos amarelos, como preferir). Divirtam-se.

10 – Como é mesmo o nome da professora do Charlie Brown? – Durante a transmissão da partida entre Corinthians x Fluminense pela web rádio Premium Esportes, surgiu uma dúvida relacionada ao mundo dos quadrinhos: qual é o nome da professora que faz parte do universo das histórias de Snoopy e sua turma. O narrador Sidney Botelho bem que tentou arriscar a resposta, mas sem sucesso.

9 – Haroldo de Souza se diverte com nome de zagueiro que lembra remédio – Durante a transmissão da partida Grêmio x Novo Hamburgo, válida pelo campeonato gaúcho de 2014, o narrador Haroldo de Souza, da Rádio Grenal, tirou um barato do nome do zagueiro gremista Pedro Geromel. De fato, lembra nome de remédio. O comentarista Cristiano Oliveira entrou na onda.

8 – Colegas no curso por correspondência – A partida entre Internacional e Juventude, válida pelo campeonato gaúcho, teve uma paralisação de mais de meia hora devido a um apagão no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. Durante esse período, a principal preocupação das equipes de rádio presentes ao estádio era saber quando a energia iria voltar ou se ela iria voltar. Marcos Couto, da Rádio Bandeirantes, chamou o repórter Saimon Bianchini e disse que este tinha feito um curso de eletricista por correspondência. Saimon respondeu dizendo que fez esse Curso junto com Couto. Um esperto Luiz Carlos Reche notou que se o curso era por correspondência, não havia como os dois serem colegas.

7 – Nome de quarto árbitro derruba repórter na transmissão da Band News FM – Durante a transmissão de Princesa do Solimões x Santos, válida pela Copa do Brasil, o repórter Fábio França passou maus bocados com o quarto árbitro da partida. Alex Muller pediu para que seu nome fosse informado no ar. Quando ele viu que ele se chama Antonio Carlos Pequeno Frutuoso, França teve que se segurar e muito.

6 – A maça do Fabiano Baldasso – Durante a transmissão de Bahia x Internacional, pela Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre, o comentarista Fabiano Baldasso resolveu comer uma maça, não sem ser alvo de uma trollagem do narrador Marcos Couto e do comentarista de arbitragem Chico Garcia. Baldasso mando todos irem carpir um lote.

5- Luiz Carlos Reche: melhor jornalista que cantor – 12 de outubro é uma data importante para os católicos. Cada devoto prestou homenagens como pode à Nossa Senhora. Na Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre, Luiz Carlos Reche cantou um corinho antes do pontapé inicial de Internacional x Fluminense. Nessas horas é que lembramos o fato de Reche ser melhor jornalista que cantor.

4 – Narrador esportivo se irrita com celular – Durante a transmissão de Caxias x Grêmio, válida pelo campeonato gaúcho de 2014, o narrador Marcos Couto, da Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre, perdeu a paciência com seu celular que estava tocando. Até aí, tudo bem. O problema foi o lugar para onde Couto queria mandar o celular.

3 – Em entrevista, Héverton Guimarães faz revelação surpreendente – Héverton Guimarães, da TV Bandeirantes, de Belo Horizonte, concedeu uma entrevista ao programa Resumo Esportivo, apresentado por José Calil, na Rádio Transamérica (SP) sobre o futebol mineiro. No final, Calil fez uma pergunta que conseguiu extrair uma surpreendente revelação do narrador.

2 – Sala de Redação: tensão termina em xingamento – Os ouvintes do Sala de Redação, tradicional programa de debates futebolísticos da Rádio Gaúcha, de Porto Alegre, tiveram a chance de escutar uma discussão mais que acalorada entre os integrantes Kenny Braga e Paulo Sant’Ana. O primeiro é torcedor do Internacional, enquanto que o segundo é declaradamente Grêmio. Para quem é de fora, essa dupla procura representar a voz do torcedor dentro do programa. Entretanto, depois de mais um Grenal, desta vez com vitória gremista com goleada de 4 a 1, o nível de tensão foi acima do normal. Resultado: Kenny xingou Sant’Ana, como é possível ouvir no player abaixo. A conseqüência veio logo: Kenny acabou demitido e Sant’Ana está suspenso e não voltou ao ar.

1 – Tensão no Domingo Esportivo Bandeirantes – No “Domingo Esportivo” da Rádio Bandeirantes em 24 de agosto de 2014, Milton Neves e Neto contaram uma história envolvendo José Luiz Datena e o ex-jogador Capitão Hidalgo, mas o apresentador do “Brasil Urgente” na TV mostrou se irritado.

Conheça as seleções dos anos anteriores:

As 10 melhores gafes do rádio esportivo de 2013

As 14 melhores gafes do rádio esportivo em 2012

As  melhores gafes do rádio esportivo de 2011

As melhores gafes do rádio esportivo no Fanáticos por Futebol

As melhores gafes do rádio esportivo de 2010

As melhores gafes do rádio esportivo de 2009

rádio

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 08/12/2015 às 10:47

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: