Início > Notícias > Morre o comentarista Dionisio Filho

Morre o comentarista Dionisio Filho

do portal Banda B

DIONISIO-FILHO-COMENTARISTAO ex-jogador e comentarista da Rádio Banda B, Dionísio Filho, infelizmente, nos deixou aos 58 anos após não resistir a uma síndrome colestática decorrente de uma lesão nas vias biliares, mas o que fica é a boa lembrança daquele “Djonga” que por onde passava, contagiava amigos e ouvintes. Portanto, em um dia tão triste, a única coisa que nos resta é desejar força aos familiares para superar essa perda e também agradecer ao Dionísio por tudo.

De Ribeirão Preto para o Brasil

Natural de Ribeirão Preto (SP), foi lá que Antônio Dionísio Filho iniciou sua trajetória pelos gramados brasileiros. Revelado nas categorias de base do Botafogo-SP, o ex-lateral-esquerdo estreou como profissional em 1970 e logo foi contratado pelo Guarani. Após boa passagem pelo Bugre, Dionísio chamou atenção do Atlético Mineiro.

No Galo, o ex-jogador atuou ao lado de nomes como Marcelo Oliveira (hoje técnico do Cruzeiro), João Leite, Toninho Cerezo, Reinaldo e Paulo Isidoro. Com a grande equipe atleticana, Djonga conquistou o título mineiro de 1976 de forma invicta. De Belo Horizonte, foi para Porto Alegre para defender o vermelho e branco do Internacional. No Beira-Rio, dividiu vestiário com Falcão, Benitez, Valdomiro e Caçapava, entre outros.

Após um ano vestindo a camisa do Colorado, Dionísio Filho chegava a Curitiba para atuar pelo Atlético. Foi no Furacão que Djonga iniciou sua trajetória no futebol paranaense. Vestiu o vermelho e preto do Atlético, o verde e branco do Coritiba, e o azul e branco do Pinheiros. No clube que deu origem ao Paraná, venceu o Estadual duas vezes. Para encerrar a carreira, Dionísio rumou ao interior para defender o Cascavel.

Dos campos para as cabines

Encerrada a carreira de Dionísio nos gramados, o “sangue bom” da galera recebeu convites e até tentou iniciar uma trajetória como técnico. Mas, convivendo com o preconceito, decidiu aceitar um convite para trocar os campos pelas cabines. Contratado pela Rádio Banda B, Djonga passava a ser comentarista esportivo. Além de comentarista, Dionísio também passou a ter seu próprio programa na Banda B e ainda participava da edição paranaense do programa de TV Donos da Bola, da TV Band.

Luta contra o racismo

Vítima de ofensas racistas enquanto jogador e em sua breve passagem como técnico, Dionísio Filho chegou a reagir contra insultos durante sua carreira dentro das quatro linhas. Mesmo após o encerramento de sua trajetória pelos campos, lutou contra o preconceito. Participou de diversas palestras, debates e tornou-se uma referência quando o assunto era o combate ao racismo.

Nota Oficial

Com pesar e profundo lamento informamos que o ex-jogador e comentarista da Rádio Banda B Antônio Dionísio Filho, 58 anos, faleceu na manhã desta segunda-feira (16), no Hospital Vitória, na Cidade Industrial de Curitiba. Internado desde terça-feira (10), Dionísio Filho não resistiu a uma síndrome colestática decorrente de uma lesão nas vias biliares. Antônio Dionísio Filho deixa esposa e três filhos.

Ex-lateral-esquerdo de diversos clubes brasileiros, como Guarani, Atlético Mineiro, Internacional, Atlético-PR, Coritiba e Pinheiros, Djonga contagia colegas e ouvintes da Banda B há 15 anos. A alegria e o bom humor sempre foram as marcas do “sangue bom”. Expressamos nosso profundo pesar aos familiares de Dionísio e desejamos força para superar esta grande perda.

Anúncios
Categorias:Notícias Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: