Início > Análise > Rádio esportivo: perguntas que necessitam de respostas

Rádio esportivo: perguntas que necessitam de respostas

Por Rodney Brocanelli

Que algumas emissoras de rádio já não mandam mais narrador e comentarista (apenas repórter) para jogos fora de sua cidade (em alguns casos), estado e exterior é uma realidade que começou no ínicio deste século.

Que outras emissoras de rádio não mandam mais narrador, comentarista e repórter para jogos para jogos fora de sua cidade (em alguns casos), estado e exterior é algo iniciado há alguns anos.

Necessário agora descobrir as causas.

-Os profissionais de rádio, pelo menos os mais consagrados, desistiram de encarar viagens e ficar fora de casa por 15 dias ou mais?

-As emissoras de rádio não mandam mais seus profissionais para esse tipo de cobertura com o objetivo de aumentar o lucro vindo das cotas de patrocínio vendidas?

-A verba dos anunciantes não permite mais o envio de três a quatro profissionais para essas viagens de longa duração?

O Radioamantes e o Radioamantes no Ar estão abertos a quem queira prestar esses esclarecimentos a quem ainda se importa com o rádio.

ATUALIZAÇÃO (17.06) – Greyson Assunção, coordenador da Rádio Banda B, de Curitiba, foi um dos primeiro que se manifestou. Leia suas respostas no post abaixo.

https://radioamantes.wordpress.com/2015/06/17/para-coordenador-custo-e-apresentacao-de-programas-impedem-que-narradores-facam-viagens-de-longa-duracao/

radioesportivo

Anúncios
Categorias:Análise Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: