Início > Notícias > 156 anos atrás nascia Roberto Landell de Moura, brasileiro que inventou o rádio

156 anos atrás nascia Roberto Landell de Moura, brasileiro que inventou o rádio

do Jornalistas & Cia.

220px-roberto_landell_de_mouraO próximo sábado, 21 de janeiro, marca o 156º aniversário de nascimento de Roberto Landell de Moura, o padre e cientista, nascido em Porto Alegre, que inventou o rádio. Primeiro homem no mundo a transmitir a voz humana por meio de ondas eletromagnéticas, Landell morreu no ostracismo e não teve em vida o reconhecimento de suas descobertas, embora as tivesse patenteado no Brasil (1901) e nos Estados Unidos (1904) e as visse divulgadas por jornais de grande circulação de fins do século 19 e início do século 20, tanto aqui como no exterior.

Enquanto o italiano Guglielmo Marconi se consagrava na transmissão de sinais telegráficos sem fio, a radiotelegrafia Landell se dedicava, na mesma época, a enviar pelo espaço, sem fio, a voz humana e sons musicais, um feito inédito registrado pela imprensa paulista e carioca em julho de 1899, na capital de São Paulo. Os avanços tecnológicos protagonizados pelo brasileiro foram, entretanto, ignorados pelo Governo e pelos capitalistas daquele tempo e alguns “fiéis”, revoltados com o duplo papel daquele padre-cientista, chegaram a destruir os seus aparelhos.

Em movimento do início da atual década, o padre-cientista gaúcho vem sendo gradativamente homenageado por instâncias da sociedade civil e por áreas governamentais. É desse período a concessão a ele do título de Herói da Pátria, honraria proposta pelo Congresso Nacional e sancionada pela Presidência da República, em 2012. Também recebeu o título post mortem de Cidadão Paulistano, pela Câmara Municipal de São Paulo, em 2011, ano em que os Correios lançaram um selo comemorativo alusivo ao sesquicentenário do nascimento do gênio brasileiro.

No dia exato em que se completaram 85 anos da sua morte, em 30 de junho de 2013, uma missa alusiva foi rezada na capela de Santa Cruz, no bairro de Santana, local das pioneiras emissões de rádio do mundo. Simbolicamente, a Igreja lhe fez justiça, reconhecendo o seu valor na história da ciência.

Em Porto Alegre, sua terra natal, viu, após anos intensa luta do Movimento Landell de Moura, sua saga virar item do currículo obrigatório do Ensino Básico, o que é uma realidade desde o ano letivo de 2015. Esta é uma iniciativa que se pretende replicar por todo o País, via Ministério da Educação e Cultura.

 

Anúncios
  1. JANE TADEU DA SILVA
    21/01/2017 às 23:32

    Não sabia da história desse brasileiro como o inventor do Radio, inclusive na escola diziam que o Santos Dumont teria sido também como também o relógio, mas desse personagem nessa coluna não sabia não, mas estou lendo e vejo lógica que tinha sido ele mesmo, mesmo que pra mim era a família Marconi os inventores.

    Curtir

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: