Início > Notícias > Fora dos Pingos nos Is, Joice Hasselmann segue na Jovem Pan e promete novidades

Fora dos Pingos nos Is, Joice Hasselmann segue na Jovem Pan e promete novidades

Por Rodney Brocanelli

A abertura da edição do  programa Os Pingos nos Is desta quinta-feira oficializou algo que já era percebido pelos ouvintes da Rádio Jovem Pan há alguns dias: a Joice Hasselmann não está mais à frente do programa.  Ela segue na emissora, fazendo seus comentários no Jornal da Manhã e no próprio “Pingos”. A nova equipe tem no comando Felipe Moura Brasil, com os comentários de Augusto Nunes no estúdio em São Paulo e o repórter José Maria Trindade, diretamente de Brasília.

Em  vídeo de seu canal no YouTube, respondendo aos internautas, Joice disse que continua na Jovem Pan:  “Tem uma mudançazinha acontecendo. Não posso falar nada ainda, mas muito em breve vou falar para vocês. Não se preocupem. Tá tudo fluindo maravilhosamente bem” Há uma promessa dela para que novidades sejam anunciadas depois do Carnaval.

A imagem abaixo é uma cortesia do internauta Jorge William e mostra como ficou a foto de abertura do programa “Os Pingos nos Is”.

 

Anúncios
  1. João Noarm
    08/02/2018 às 21:42

    A direita xucra perde mais uma voz na Jovem Klan…

    Curtir

  2. Salvador Abecassis
    09/02/2018 às 06:11

    Joice, temos de reconhecer, não foi bem nos Pingos nos Is. Dava impressão de puro improviso nos seus comentários, alguns beirando o ridículo por falta de preparo e conhecimento sobre o tema.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Doutor Safado
    09/02/2018 às 11:58

    Além do despreparo, ela precisa urgente de auxílio da fonoaudiologia, se quiser continuar no rádio, para aprender a pronunciar a letra “s”… que para ela é “x”. Parecia que eu estava ouvindo o XOU DA XUXA e não um programa da rádio Jovem Pan

    Curtido por 1 pessoa

  4. Carlos Vilas Boas
    09/02/2018 às 19:00

    JOÃO NOARM, UM IMBECIL PETISTA FALAR DE XUCROS? CARA, VOCÊ É UMA PIADA PRONTA!

    Curtir

  5. Carlos Vilas Boas
    09/02/2018 às 19:02

    Doutor Safado, Salvador? Ei, imbecis petistas, vão lá chorar na sede do PT…

    Curtir

  6. MARCELO
    10/02/2018 às 10:37

    FALA VERDADE,ESSA MOÇA E MUITO RUIM ELA APENAS LIA NOTICIAS DA INTERNET E COMENTAVA AI É FACIL ATE EU FAÇO ISSO.

    Curtido por 2 pessoas

  7. Luis
    10/02/2018 às 21:25

    Até gosto de alguns cometários dela, mas nos “Pingos” ela era muito chata. FMB tá arrebentando com o Augusto.

    Curtido por 2 pessoas

  8. Mateus Machado de Araujo Madruga
    11/02/2018 às 11:45

    BEM FEITO PORCA FASCISTA!!! KKKKKKKKKKKKKKKK

    Curtido por 1 pessoa

  9. 12/02/2018 às 15:14

    A JP deu tiro no pé contratando essa puxadora de votos pro Bolsonaro, isso é um descalabro prá uma rádio que se declara imparcial, deveriam liberarem ela prá trabalhar para ele na campanha e deixar jornalistas com isenção profissional sem ficar descaradamente publicamente tecendo comentários a favor de políticos que ainda nem mostraram a que vieram, fico pensando seu Huck vire um dia presidente do Brasil como seria o comportamento da Globo na informação ao seu público a favor ou contra, se iria acobertar ou elogiar em demasia alguém saido da casa, é um descalabro quando a imprensa fica muito perto do politico e do poder causando barganha, coisas do Brasil!

    Curtido por 1 pessoa

  10. leandro ferreira
    12/02/2018 às 18:28

    Ufa,demorou.levantar bandeira do Bolsonaro foi de demais .tiro no pé.Adeus.

    Curtido por 1 pessoa

  11. CARLOS ALBERTO PIZANI
    12/02/2018 às 18:28

    Joyce está fazendo falta no pingo nos is. Espero que vc continue na Jovem Pan , pois é a rádio que escuto e quero voltar ouvi-la com sua sabedoria .

    Curtir

  12. ZELÃO MANEBA
    12/02/2018 às 23:20

    MUITO FRANCA E ELA NÃO FALAVA ELA GRITAVA,QUERIA APARECER MAIS QUE OS OUTROS…..VÁ COM DEUS!!!

    Curtido por 2 pessoas

  13. ZELÃO MANEBA
    12/02/2018 às 23:21

    ***MUITO FRACA E ELA NÃO FALAVA ELA GRITAVA,QUERIA APARECER MAIS QUE OS OUTROS COMPANHEIROS…..VÁ COM DEUS!!!

    Curtido por 1 pessoa

  14. José Renato
    12/02/2018 às 23:53

    Gostei da troca pelo José Maria Trindade, pessoal integra, com grande conhecimento politico, equilibrado e seus comentários são com feitos com muita propriedade.

    Curtido por 1 pessoa

  15. A. F. Alves
    13/02/2018 às 11:45

    Achei uma péssima troca a Joice pelo Zé…

    Curtir

  16. marcelo b
    13/02/2018 às 18:19

    esse é um sem sal. preferia mil vezes a joice

    Curtir

  17. 13/02/2018 às 23:45

    Se a JP tirou a Joice do “pingos no is” pisou feio na bola. FMB não tem categoria para dirigir o programa e tampouco comandar Augusto Nunes. Com todo o respeito, deve dizer que ele sendo carioca não tem nada a ver com SP. Já tem dois cariocas no “3 em 1”. Acho que um é bom, porém, dois ou três já é demais.

    Curtir

  18. adrianofsaraujo
    14/02/2018 às 00:38

    Até que dava para suportar a Joice. Ela tem lá seus fãs. Mas o mais absurdo dela foi chamar o astrólogo auto declarado prof de filosofia Olavo de Carvalho de fofo, aí foi demais. Obrigado JP por subir muito o nível. Não conhecia o José Maria Trindade

    Curtido por 1 pessoa

  19. adrianofsaraujo
    14/02/2018 às 00:47

    Para mim um dos melhores jornalistas da atualidade. Augusto e Felipe completam o jornaismo de ponta.

    Curtido por 1 pessoa

  20. Lily
    14/02/2018 às 18:24

    Povo, ces tão louco? Ela ajudou a alavancar a audiência. Muitos passaram a ouvir por conta dela… e foi melhorando, as trocas tem sido bem feitas. Acho que a saída se deve por projetos pessoais dela, e não por algum problema no programa. Apesar de que no início ela estava muito chata, ela fica muito falante quando está feliz, mas observei que ela tava segurando essas manias dela nos últimos programas. Quem tá “comemorando” são os bestas defensores de Lula. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  21. JOSE FRANCISCO DOS SANTOS
    15/02/2018 às 00:35

    TROCA EXCELENTE COMENTARISTA JOSE MARIA TRINDADE, JOICE É MUITO REPETITIVA E FALAVA MAIS DO MESMO E SÓ REPETIA FATOS SOBRE O LULA

    Curtir

  22. Alemão
    15/02/2018 às 13:31

    FMB é o melhor apresentador que o Pingos já teve. Cara inteligente, equilibrado e franco, mas sem ser chato. E o melhor…não fala na “lingua do X” como sua antecessora….Ô coisa irritante”””

    Curtir

  23. Felipe Matheus
    15/02/2018 às 18:49

    O jornalismo da JP é de nível, não cabe essa Joice, estridente e despreparada.

    Curtido por 1 pessoa

  24. Marcelo
    16/02/2018 às 13:34

    Tira da Pan e devolve essa oferenda ao mar, cruzes…

    Curtido por 1 pessoa

  25. gilnascimento69@icloud.com
    19/02/2018 às 19:37

    Superficialidade e Gritaria, isso cansa!

    Curtir

  26. DORIVAL MORA
    20/02/2018 às 03:22

    A JOYCE COMEÇOU MAL E FOI PIORANDO. A JP NÃO SEGUROU.

    Curtir

  27. 20/02/2018 às 18:54

    O programa ficou melhor no novo formato. Joice como comentarista é bem melhor. Trindade é mais calmo, menos “calórico” do que a Joice. Assim a Joice só aparece para apimentar o debate.

    Curtir

  28. 22/02/2018 às 22:13

    A Joice é super profissional… Gosto muito dos comentários dela. Está fazendo muita falta no programa.

    Curtir

  29. 22/02/2018 às 22:16

    Joice tem o calor latino nos seus comentários. E, claro, não tolera injustiças.É direta, objetiva e não manda recados. Pena não estar mais no programa.

    Curtir

  30. Wagner
    23/02/2018 às 23:38

    Sem Joyce não dá xauuu JP . agora aquela bosta do programa do pânico ninguém tira aquela merda

    Curtir

  31. Naylson
    24/02/2018 às 21:15

    MPF manda PF investigar dono da Jovem Pan
    Por Joaquim de Carvalho, no blog Diário do Centro do Mundo:
    O Ministério Público Federal determinou à Polícia Federal que abra inquérito para apurar a denúncia contra Antônio Augusto do Amaral Filho, o Tutinha, dono da Jovem Pan e do Pânico, pelos crimes de evasão de divisas, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

    A denúncia envolve também três filhos adultos de Tutinha e a prima dele, Maria Alice Carvalho Monteiro de Gouvêa, que seria responsável pelo envio de recursos ao exterior de maneira a dissimular o nome de Tutinha.

    A denúncia integra a Notícia de Fato número 1.34.001.0063220/2016-03, assinada pelo procurador da república Sílvio Luís Martins de Oliveira. Na notícia, a partir de uma representação da ex-mulher de Tutinha, Flávia Eluf Lufty, ele afirma:

    – Ressalte-se, por oportuno, que a remessa significativa de divisas para o exterior, sem a comprovação nos autos, indica possível envio de recursos de forma ilegal ou para o fim de promover lavagem de capitais.
    O procurador determina à Polícia Federal algumas providências, entre elas o envio de ofícios à Secretaria da Receita Federal para que indique se Tutinha ou os filhos Daniela Amaral de Carvalho, Antônio Augusto Amaral de Carvalho e Gabriela Amaral de Carvalho, bem como a prima e a empresa dela, Consenso Investimentos Ltda., respondem a processo administrativo fiscal.

    O procurador determinou ainda a requisição junto à Receita Federal dos dados fiscais de todos eles, no período de 2010 a 2016.

    “Sugere-se, ademais, a análise das movimentações bancárias dos envolvidos, referente ao mesmo período, com o objetivo de determinar os caminhos trilhados pelos valores sob análise. Por fim, sejam expedidos ofícios ao Bacen (Banco Central) para que informe se possuem registros das operações de câmbio contratadas pelos investigados acima, bem como promova-se suas oitivas, a fim de que esclareçam e comprovem os fatos noticiados, dentre outras providências a serem adotadas a critério da autoridade policial.”
    A notícia foi acompanhada de centenas de cópias de documentos e de um pen drive, que contém as informações sobre os supostos crimes. Esse pen drive, segundo a denúncia, pertenceria ao próprio Tutinha.

    Segundo Flávia contou ao procurador, Tutinha deixou o arquivo digital conectado à entrada de USB de um computador quando deixou a casa onde morava com a mulher, Flávia, na rua Groelândia, Jardins.

    Sua separação foi turbulenta. Ele teria deixado a casa para viver com outra mulher, e alguns meses depois postou no Facebook uma nota em que relaciona uma série de obras de arte e acusa a ex-mulher de furto.

    Daniela, uma das filhas de Tutinha, de um casamento anterior, fez eco ao pai e também acusou a ex-madrasta de furto. A acusação foi parar no Distrito Policial do Itaim, mas não deu em nada. Ainda que a acusação fosse comprovada – e não foi -, não existe o crime de furto entre cônjuges.

    O caso é um dos processos que envolvem a família. Em resposta à acusação de furto, Flávia representou contra os dois por injúria e calúnia, processos que estão em andamento na Justiça de São Paulo, já com o depoimento de Tutinha e Daniela agendados.

    Ao mesmo tempo em que se defendeu das acusações, Flávia entregou ao Ministério Público Federal o pen drive de Tutinha. No arquivo, segundo se depreende da Notícia de Fato assinada pelo procurador, há riqueza de detalhes da vida financeira de Tutinha.

    O procurador conta que, durante o casamento, Flávia descobriu “atos anômalos no campo negocial” e, no pen drive, encontrou documentos e correspondências por e-mail que, em tese, comprovam sua denúncia.

    Segundo o despacho do procurador, são documentos em inglês que revelam a existência de empresas e contas em paraíso fiscal, em nome de Tutinha e dos três filhos. Há ainda documentos que comprovam a compra de um imóvel de cinco andares em Manhattan, Nova York, em área muito valorizada, próxima do Central Park, na 221 East 61 street.

    O imóvel, segundo a denúncia, não aparece na declaração de renda de Tutinha, referente a 2016, cuja cópia estava no pen drive e foi entregue ao procurador.

    Também não aparece a empresa em nome da qual a casa foi comprada, a Holding LLC GHSKLLP. Tutinha, segundo contrato social encontrado no pen drive, é sócio majoritário da empresa, que tem ainda três dos seus filhos como acionistas.

    O imóvel foi comprado por 6 milhões de dólares, mas, segundo avaliação da Prefeitura de Nova York, já está valendo 10 milhões de dólares, depois que Tutinha fez uma reforma em que gastou pelo menos 1 milhão de dólares.Tutinha e Flávia Eluf: separação turbulenta gerou denúncia ao MPF

    Na Notícia de Fato do Ministério Público Federal, também está relatado que existem muitas obras de arte no apartamento, que teriam sido registradas a preços subfaturados.

    “Por sua vez, (Flávia) trouxe também que Tutinha e seus três filhos maiores, Daniela, Antônio Neto e Gabriela, são titulares e/ou beneficiários da empresa estrangeira Kingswood Art Resources Inc. Segundo consta, esta empresa é titular de inúmeros quadros de artistas renomados e de valores expressivos, destacando-se a obra de Frank Stella (Cownway II, 1965) adquirida pela quantia de US$ 750 mil”, relatou o procurador, que prossegue:

    “Ela juntou correspondência eletrônica realizada por Tutinha com corretores estrangeiros de obras e arquitetos encarregados das citadas reformas, sendo que diversos documentos comprobatórios dessas empresas encontram-se orçados e quitados em moeda estrangeira, constando a correspondente tradução para a língua portuguesa.”
    Ainda segundo o relato do procurador, feito com base na representação da ex-mulher de Tutinha, “as remessas dos valores era feita, na sua maioria, por meio de depósitos em contas bancárias indicadas por Maria Alice Carvalho Monteiro de Gouvêa, responsável pela Consenso Investimentos Ltda., prima de Tutinha e conhecida pela alcunha de Lica.”

    Na Notícia do Fato, o procurador Sílvio Luís Martins de Oliveira diz que “os documentos, recibos e as trocas de e-mails ora juntados comprariam o noticiado, declinado às folhas 11/12 trechos de mensagens que, em tese levantariam fortes suspeitas dos delitos até então alegados”.

    Na sequência, escreve o procurador: “De igual modo, consta da representação informação de que os bens noticiados e adquiridos no Exterior, bem como as propriedades e controles acionários das citadas Holdings e offshores, sediadas em paraísos fiscais, não teriam sido objeto de declaração à Receita Federal do Brasil – RFB”.

    O procurador segue reproduzindo a denúncia de Flávia, que revela procedimentos suspeitos por parte de Tutinha:

    “Não bastasse isso, das DIRFs (declaração de imposto de renda) de Tutinha referentes aos exercícios de 2015-2016, chama a atenção os expressivos valores de bens declarados, contudo, sem a devida comprovação nos autos acerca de suas origens, destacando-se, além de muitos outros, o valor de R$ 13.390.883,15 em cotado capital da MYDDLETON INVESTIMENS LTD, nas Ilhas Virgens Britânicas, bem como a significativa movimentação bancária na conta bancária 1106100 do banco Bradesco em Luxemburgo. Note-se, pois, que se trata de locais notoriamente conhecidos como paraísos fiscais”, escreve.

    O ofício foi enviado pelo procurador à Polícia Federal em 11 de novembro de 2016. Três meses depois, no dia 14 de fevereiro de 2017, o delegado da Polícia Federal Eduardo Hiroshi Yamanaka despachou na Notícia Crime, já com 511 páginas, a maioria de documentos juntadas por Flávia. Eduardo Yamanaka não fez nenhuma investigação, ignorando as medidas requisitadas pelo procurador, e se manifestou pela devolução da Notícia de Fato ao Ministério Público Federal.

    “A citada petição não informa se houve autorização judicial para a quebra do sigilo fiscal e dos dados dos e-mail de Antônio, fato que gera a figura da prova ilícita”, justificou Eduardo Yamanaka.

    Num procedimento que não é comum na Polícia Federal, o chefe do Núcleo de Correições da Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, Ulysses Prates Júnior, também se manifestou e avalizou a sugestão do delegado Eduardo Yamanaka.

    “Pelo exposto, opino pelo acolhimento da sugestão do Delegado de Polícia Federal Eduardo Hiroshi Yamana e consequente devolução ao Exmo. Procurador da República Oficiante para que, respeitosamente, proceda a reavaliação do presente expediente à luz dos argumentos da referida autoridade policial”, destacou, em despacho assinado em 3 de março de 2017.

    O procurador Sílvio Luís Martins de Oliveira respondeu ao delegado, em termos duros. Diz que o delegado “não pode travestir-se de advogado de defesa e espiolhar nulidades”. A ele, cabe tão-somente investigar.. A manifestação do procurador merece reprodução integral:

    “Com o devido respeito, a análise quanto à licitude ou não da prova trazida aos autos não cabe, nesta fase preliminar, à autoridade policial. Não pode o delegado de polícia, embora bacharel em Direito, destacar-se de seu fundamental papel de investigador, de esquadrinhador da verdade. Não pode travestir-se em advogado de defesa e espiolhador de nulidades. Principalmente quando nenhuma diligência investigatória foi sequer cogitada.

    A noticiante, testemunha presencial dos fatos narrados, independentemente da discussão a respeito da validade jurídica dos documentos que juntou aos autos, sequer foi ouvida. Seu depoimento, como bem sabe, ou deveria saber a autoridade policial, pode lastrear pedido judicial de acesso a informações bancárias ou fiscais, além de pedido de cooperação penal internacional com semelhante propósito.

    Requisito, insisto, a instauração de inquérito policial.”
    A resposta do procurador Sílvio Luis Martins de Oliveira é de 20 de julho de 2017, mas até agora, sete meses depois, Flávia, na condição de testemunha, não foi chamada. Eduardo Yamanaka já não se encontra mais na Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor), para onde a Notícia de Fato foi encaminhada.

    Em seu lugar, assumiu Karina Murakami Souza, que também estaria de saída.

    Por que a Polícia Federal ainda não atendeu à determinação do procurador, que tem poderes para exibir a abertura de inquérito, como determina a Constituição?

    Uma explicação é a influência da Jovem Pan como veículo de comunicação. O grupo foi um dos mais ostensivos na campanha que levou à queda de Dilma Rousseff e, nos primeiros meses do governo Temer, foi um dos que lhe deram sustentação.

    A Polícia Federal é subordinada ao Ministério da Justiça.

    A ex-mulher de Tutinha, Flávia, não dá entrevista, mas amigas disseram que que já está disposta a ir aos Estados Unidos, para entregar cópias de documentos às autoridades do Fisco americano.

    Segundo cópias de e-mails e recibos de obras de arte adquiridas nos Estados Unidos, Tutinha teria comprado, através de suas empresas, obras de arte a preços subfaturados, o que significa menos recolhimento de imposto, prática que, nos Estados Unidos, é severamente punida.

    Caso cumpra a ameaça de ir aos Estados Unidos denunciar o ex-marido, Flávia Eluf Lufty move mais uma peça numa disputa que começou em 2016, quando Tutinha, depois de se separar, postou em seu perfil Facebook que 43 quadros e esculturas haviam sumido da residência, entre exemplares de Di Cavalcanti, Amélia Toledo, Tunga, Vik Muniz e os gêmeos.

    “Ela me roubou”, acusou ele, segundo reportagem publicada à época pela Veja São Paulo.

    “Ela também sumiu com uma coleção de mais de cinquenta relógios, como Rolex. Até panela de 10 reais desapareceu”, disse.

    A acusação rendeu um boletim de ocorrência no 15o. Distrito de Polícia, que está parado. A essa acusação, somaram-se outras, mais pesadas.

    Tutinha pediu a guarda das duas filhas que teve com Flávia, nos dez anos em que permaneceram casados. Na Vara de Família, ele acusou a ex-mulher de usar drogas. Flávia se submeteu a exame no laboratório Fleury, e o resultado deu negativo.

    Por conta disso, Flávia pretende mover outro processo contra Tutinha. Seria o segundo. Ele já responde por injúria e difamação por conta da acusação de furto dos quadros.

    Tutinha, por sua vez, conseguiu na Justiça um mandado de reintegração de posse da casa onde ela vive com as duas filha. A casa é dele, comprada antes do casamento com Flávia. Já existe a ordem de despejo, que pode ser cumprida a qualquer momento.

    Flávia reclama que não tem onde morar. No acordo de separação, Tutinha teria concordado em pagar o aluguel em um apartamento no Itaim, no valor de R$ 15 mil aproximadamente, conforme recorte de classificado do jornal O Estado de S. Paulo apresentado ao juiz.

    O contrato de aluguel, no entanto, não foi assinado. Tutinha exige agora que Flávia se responsabilize pelo contrato e pague um terço do valor do aluguel.

    Os números relacionados à separação do controlador da Jovem Pan são expressivos, mas coerentes com o padrão de vida declarado por ele, conforme consta da representação encaminhada ao Ministério Público Federal.

    Em 2016, sua renda mensal era de R$ 780 mil.

    Hoje, ele paga aproximadamente 30 mil reais de pensão às duas filhas, mais escola e plano de saúde.

    Também teria se comprometido a pagar os quatro funcionários da mansão da rua Groelândia, mas os salários deles não estariam em dia.

    Flávia se mantém firme na defesa do que considera seu direito, mas, como se vê, têm sido grandes os obstáculos que ela enfrenta.

    Há mais de um ano, denunciou o ex-marido ao Ministério Público Federal por supostas práticas ilegais. O procurador acolheu a representação, mas até agora a Polícia Federal não cumpriu a ordem do Ministério Público Federal.

    https://www.diariodocentrodomundo.com.br/mpf-manda-policiafederal-investigar-dono-da-jovem-pan-por-sonegacao-e-lavagem-de-dinheiro-por-joaquim-de-carvalho/

    Curtir

  32. Terezinha
    25/02/2018 às 07:39

    O programa ficou muito melhor principalmente pela participação do Augusto Nunes e sem a gritaria da Joice.

    Curtir

  33. Artmar
    26/02/2018 às 08:27

    A Joice pode ter um jeito e uma voz que alguns não gostam, mas o verdadeiro jornalismo investigativo é dela. As interpretações do que realmente está acontecendo na política, as manobras e segundas intenções da classe política é trazida por ela. Os outros vão a reboque. Sobre o Olavo de Carvalho, o FBM é discípulo dele. Antes dela o nível de rejeição dentro da radio do Bolsonaro era maior. O mesmo para a política de armas e tantas outras verdades que o público do politicamente correto não quer ouvir. A Joice bolou a TVeja e depois a tiraram, O mesmo agora nos pingos nos Is. A Joice é a inovadora. Claro que os detalhes dos bastidores, a conversa de cafezinho é melhor apresentado pelo J Trindade, mas não devemos esquecer que as informações bombásticas não vem dele e sim dela! Para os que falam q ela se repete, não lembram do Marco A Villa combatendo o PT desde 2010, na TV Cultura, e falando SÓ a mesma coisa- da quadrilha petralista. Às vezes acho q o público Paulista só quer ouvir noticia de forma que não choque seu senso estético num formato bonito e agradável para os ouvidos e mentes e se esquece do principal-o conteúdo. Saudades dos Paulistas de 32 que infelizmente perderam a última revolução capaz de mudar completamente este pais- os últimos combatentes dos principios morais e conservadores. A Joice tem personalidade – e foi esta personalidade q o Pingo perdeu. Não no início, mas não gradativamente como uma limonada q vai ficando cada vez mais aguada por adição de mais e mais água, sem limão.

    Curtir

  34. Artmar
    26/02/2018 às 08:36

    A Joice pode ter um jeito e uma voz que alguns não gostam, mas o verdadeiro jornalismo investigativo é dela. As interpretações do que realmente está acontecendo na política, as manobras e segundas intenções da classe política são trazidos por ela. Os outros vão a reboque. Sobre o Olavo de Carvalho, o FBM é discípulo dele. Antes dela o nível de rejeição do Bolsonaro dentro da radio era maior. O mesmo para a política de armas e tantas outras verdades que o público do politicamente correto não quer ouvir. A Joice bolou a TVeja e depois a tiraram, O mesmo agora nos pingos nos Is. A Joice é a inovadora. Claro que os detalhes dos bastidores, a conversa de cafezinho é melhor apresentado pelo J Trindade, mas não devemos esquecer que as informações bombásticas não vem dele e sim dela! Para os que falam q ela se repete, não lembram do Marco A Villa combatendo o PT desde 2010, na TV Cultura, e falando SÓ a mesma coisa- da quadrilha petralista. Às vezes acho q o público Paulista só quer ouvir noticia de forma que não choque seu senso estético num formato bonito e agradável para os ouvidos e mentes e se esquece do principal-o conteúdo. Saudades dos Paulistas de 32 que infelizmente perderam a última revolução capaz de mudar completamente este pais- os últimos combatentes dos principios morais e conservadores. A Joice tem personalidade – e foi esta personalidade q o Pingo perdeu. Não no início, mas gradativamente como uma limonada q vai ficando cada vez mais aguada por adição de mais e mais água, sem limão.

    Curtir

  35. Julio Miyamoto
    28/02/2018 às 10:46

    Joyce, volta logo para comentar notícias políticas, etc.

    Curtir

  36. ojuara reis
    01/03/2018 às 10:14

    Não vai melhorar nem piorar. Tem coisa que é tão ruim que se melhorar 100 por cento ainda continua ruim. Tchau querida

    Curtir

  37. Joca Ramiro
    02/03/2018 às 21:19

    Curitiboca xucra, humilhada nacionalmente pelo Reinaldo Azevedo. Só tem eco nos ouvidos ignorantes da província…

    Curtir

  38. Andre
    03/03/2018 às 02:24

    Doutor Safado, cara, até gosto da Joice, mas realmente ela precisa corrigir essa fala dela de S por X. É irritante demais!

    Curtir

  39. celso
    05/03/2018 às 17:37

    O que aconteceu pra sair do pingos nos is ??? Sumiu !!!

    Curtir

  40. Marcelo Olegário ignez
    09/03/2018 às 08:25

    Joice já implantou muitas coisas nos canais de comunicação, ela tem competência! Já teve audiência em outros veículos e já topou projetos novos fazendo história. Provavelmente a jovem pan tem um lastro e ela vai chegar com alguma coisa. Aliás ela ao meu ver é a mulher certa para puxar um programa próprio! Ali falta esse sinal ainda!

    Curtir

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: