Temer defende fim do auxílio-moradia para compensar o aumento de salário do judiciário

O presidente Michel Temer disse que defende o fim do auxílio-moradia para compensar o aumento de salário do judiciário em entrevista exclusiva na Rádio Bandeirantes. Ouça a reportagem completa no site da emissora.

Temer disse que ainda não decidiu se vai sancionar o aumento de 16% para os ministros do Supremo. O projeto que eleva de R$ 33 mil para R$ 39 mil o valor dos salários foi aprovado na quarta-feira no Senado e agora só depende dele. O presidente da República afirma que só vai analisar o reajuste depois que o auxílio-moradia for eliminado.

Sobre a reforma da Previdência, ele acredita que é possível aprovar partes do texto no seu governo. Temer não mencionou mudança específica no material que já tinha sido preparado, mas disse que encomendou estudos sobre o que pode ser alterado

O presidente da República reafirmou que está disposto a colaborar com a reestruturação ministerial pretendida por Jair Bolsonaro.

Michel Temer foi entrevistado pelos jornalistas Thays Freitas, Pedro Campos e Claudio Humberto no programa “Bastidores do Poder” desta quinta-feira.

Temer Band

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.