Super Rádio Tupi passa a desligar seu transmissor de AM nas madrugadas

Por Rodney Brocanelli

Desde a meia noite desta sexta-feira, a Super Rádio Tupi passou a desligar seu transmissor de Amplitude Modulada. Enquanto a frequência dos 1280Khz permanece fora do ar, a programação segue normal no FM 96,5Mhz e pela Internet. Aliás, a emissora mudou seu tradicional logotipo e a nova marca já destaca a Frequência Modulada. Deve ser uma questão de tempo para que o AM da Tupi seja desligado de forma definitiva. Quem perde com isso  são os ouvintes de outras localidades fora do Rio, que conseguem sintonizar a emissora com som local. Este radioamante lembra de ter ouvido toda a campanha vitoriosa do Botafogo no campeonato carioca de 1989 pela Tupi em um aparelho de som instalado no centro de São Paulo. Ouça abaixo, o registro do desligamento e religamento do transmissor, em uma cortesia do perfil  Televinhetas do YouTube.

UPDATE (01.06.2019 – 09h45) – O blog recebeu a informação de que, na noite desta sexta, a Tupi desligou seu transmissor mais cedo: às 20h.

Super Rádio Tupi - nova

31 comentários em “Super Rádio Tupi passa a desligar seu transmissor de AM nas madrugadas

  1. INFELIZMENTE ESTÃO ASSASSINANDO O BOM RADIO BRASILEIRO ,O ONDA MEDIA DA TUPI E´FANTÁSTICO , VÃO PAGAR CARO POR ISSO , A GLOBO JA COMEÇÃO PAGAR PELA IDIOTICE QUE FEZ..

    Curtir

  2. Infelizmente muitos ouvintes serão prejudicados, principalmente quem estiver fora do RJ

    Curtir

  3. Muito lamentável. Toda sexta a noite, as 22:30 saio de Rio Verde-GO para Jatai-GO. Sempre ouço a Tupi AM e ontem percebi que não estava funcionando. É uma pena.

    Curtir

  4. Para ouvir as emissoras do rio de Janeiro, globo , Nacional, super tupy , usava-se um bom rádio, agora todos vão perder, o fabricante de radios bons, o ouvinte, e as emissoras quem vão perder mais, ( o ouvinte.)

    Curtir

  5. Eu tenho um rádio de mesa antigo, reformado para esse fim, sintonizar emissoras distantes, e um MOTO-RADIO, portátil para ouvir as noites na cama, e agora ?
    A Globo foi, até o Garotinho foi para a Tupy.

    Curtir

  6. Lamentável que a Frequência AM, esteja com os dias contados pra acabar. Mas hoje temos nos Smartphone apps de rádios FM, além de ITunes da vida. O rádio portátil n fabricam mais e difícil de achar no mercado. E, lógico, as propagandas no FM são mais caras, devido a qualidade de som e os ouvintes que se consideram especiais. Me reportou a TV, que hoje temos a de LED, pois as de plasmas, n fabricam mais. A 4 K, já estão nas lojas, mas somente alguns programas são transmitidos nesse sistema e somente a Globo. No Japão já existe 8 K. Infelizmente temos que nos desenvolver, juntamente com a tecnologia. Quem sabe daqui mais pra frente o FM, será trocada por outras frequências.

    Curtir

  7. Achei estranho que ontem, 1°/06, estava nos 1280 uma rádio argentina ao invés da Tupi. Em Gramado/ RS, a Tupi tinha um sinais mais forte à noite…

    Curtir

  8. sempre ouvi a tupi, meu pai é mto fã tbem. No entanto, a alguns dias nao conseguimos mais sintonizar. Liguei para a radio na data de ontem e a pessoa que me atendeu informou que durante a noite o AM será desligado de permanente. Informei que muitas pessoas gostam do AM e, outras, por nao terem internet, tem no AM a unica forma de ouvir a radio. Me disse ele que nao tinha o que fazer e pediu desculpas. Noticia triste, ouvia esta radio todas as noites e, como moro no interior onde nao te internet, serei um dos grandes prejudicados.

    Curtir

  9. Parece ser mentira que isso aconteceu. Quando eles começaram a pedir para os ouvintes que era pra sintonizar no FM eu estranhei e sabia que não era um bom sinal, só não imaginava que iriam desligar. Era a que tinha o melhor sinal aqui em SC. Muito triste para milhares de ouvintes do Brasil inteiro.

    Curtir

  10. Adevaldo Mora.jequie BA. E lamentável que esses empresários do rádio so pensa em dinheiro.os caminhoneiros na estrada do Brasil a noite só sinaliza am.e agora José

    Curtir

  11. Não sei o motivo que a Tupi levou para fazer isso, mas, espero que não aconteça igual a Rádio Globo, por tomar decisões absurdas. Lamentável sua decisão. Nem todos lugares do Grande Rio pega FM. Perderam muitos ouvintes na madrugada.

    Curtir

  12. Morro no interior estou sempre ligado a noite com meu radinho. O som do Am é muito forte no Brasil. Peço por favor para a direção da SUPER TUPI para continuar transmitindo o AM. São milhões de ouvintes, que ficam ligados e já estão sentindo falta. O FM só pega no grande Rio. Por favor pense na grande audiência que a TUPI tem no interior, não temos opção melhor de ouvir a noite, a SUPER RADIO TUPI AM. (seque a lider)

    Curtir

  13. Por favor não deixe acabar o AM. O som da SUPER RADIO TUPI é forte em todo os estados e municípios do Brasil. Nos lugares que não pega internet, temos o nosso radinho para sintonizar a TUPI. O sucesso e a liderança da Super TUPI começou no AM. Favor não desligue o sinal principalmente a noite.

    Curtir

  14. Que tristeza . . . acabando com o rádio AM, pagarão por isso . . . revertam essa posição, grande parte da população ficará sem comunicação na madrugada . . . rádio é concessão e está deixando de cumprir sua função social . . . alguém denuncie esta atitude . . . !!

    Curtir

  15. Que estão acabando com o RÁDIO AM, pois a TUPI a mais potente está fora do ar, infelizmente.

    Curtir

  16. Nossa que triste eu ouço a tupi aqui em Bagé no interior do Rio Grande do Sul fronteira com o Uruguai. A noite ela tinha som local. Esse retrocesso é lamentável tentei ouvir hoje 20/06 e não obtive sucesso.

    Curtir

  17. Vou repetir, prefiro não consumir um segundo sequer de cultura paulista. Eu só gosto de cultura carioca.

    Curtir

  18. Na verdade eu ouvi as 7 da manhã e esse horário está ligado. Agora de noite desligam mesmo. O horário mais importante que pega no Brasil todo eles desligam.

    Curtir

  19. Uma vergonha a atual administração da Super Radio Tupi do Rio de Janeiro. Varias ações trabalhistas na justiça, vai falir logo logo…

    Curtir

  20. Depois que a tupi desligou o transmissor eu consigo sintonizar a rádio Brasil Central de Goiânia AM 1270 sendo esta não tem interesse de migrar para o fm

    Curtir

  21. Fiquei sem rádio, infelizmente. E agora, o que faço da minha vida sem a TUPI.

    Curtir

  22. Uma opiniao 7 da noite vcis liga o trasmusor e deliga 7 da manha ai nao afeta a aldienci de oltras estado porque aqui en goias so pega 1280 seria bom deixar o tras misor ligado a noite desligava dorante o dia

    Curtir

  23. É bom mesmo, assim eu que sou pobre, não tenho condições de ter internet em casa e moto fora do Rio não vou poder mais ouvir os jogos do Flamengo. São uns babacas.

    Curtir

  24. Sou ouvinte

    Sou ouvinte da tupi desde a epoca do Antonio Luiz com a turma da mare

    mansa .grande decepcao para nos ouvintes aqui de Goias (Aragarcas)

    Curtir

  25. Que Pena que o AM está acabando ja não basta a idiótice que a GLOBO fez agora a TUPI 1280 KHZ deixa o AM, a Rádio Tupi 1280 AM era a única Rádio que pegava no Brasil inteiro a noite…Lamentavel.

    Curtir

  26. Mesmo assim ela está operando com 50% de potencia 50kw. Bom se ligasse as madrugadas com potencia total deixasse durante o dia só o fm! O resto do Brasil agradece

    Curtir

  27. Se para o pessoal do sul sudeste e centro oeste, esse sepultamento prematuro das emissões em AM, são um desserviço, imagine para quem é da Amazônia? O grande problema foi que ao permitirem a chamada migração das emissoras de AM para FM, os interesses atendidos foram dos empresários antes de tudo, problema dos usuários…Lamentável. Só lembro o que aconteceu em New York e New Jersey quando da chegada do “Sandy”: Simplesmente os sistemas de rádio de última geração e digitais estavam inoperantes, da mesma forma as televisões e outros meios de comunicação de massa. Os antigos equipamentos das emissoras voltaram a ser usados e salvaram a pátria; Segue o texto de onde tirei essas informações:
    O Furacão Sandy confirma a importância do rádio

    O escritor Edgar Allan Poe, numa de suas obras, conseguiu reproduzir a desesperada tentativa de um homem, que havia sido dado como morto, gritar para todos que estava vivo. Tudo após uma experiência a que foi submetido por cirurgiões que, clandestinamente, o desenterraram depois de oito dias de um sepultamento prematuro.

    Pela nova dimensão dada com o advento da “grande rede” aos meios de comunicação, nesse mundo novo das mídias sociais e, principalmente, em que a digitalização passou a ser a palavra da moda, existiram muitos comentários e divagações daqueles que, prematuramente, fizeram o enterro do rádio tradicional.

    Mas após os acontecimentos da semana passada nos Estados Unidos, é conveniente retornar a esse assunto onde, novamente, comprovou-se que, ao contrário dos mal informados ou desconhecedores de sua importância, o rádio não vai acabar, pois dele, cada vez mais, a sociedade vai precisar, principalmente, nas horas incertas.

    Em calamidades públicas, como as que ocorreram na costa leste norte-americana, o rádio é o método mais rápido, prático e barato de comunicação de massa e muito mais que isso, o único que continua a funcionar, e isso se comprovou, pois ante todo o caos que se abateu sobre cidades de primeiro mundo como New York, todos os meios de comunicações considerados de ultima geração, não mantiveram um funcionamento continuo e confiável.

    Os telefones fixos e móveis, na sua maioria, ficaram mudos. O acesso a internet quando existente era lento, ou, inconstante. A TV, tanto aberta, como a por assinatura, não operava com cem por cento de suas capacidades. Mesmo as comunicações via satélite, em princípio, insensíveis ao que acontecia aqui embaixo, dependiam do funcionamento de seus terminais terrestres.

    Mesmo assim, se todos esses meios de comunicação estivessem operacionais, a maioria de seus usuários não teriam como dispor de seus equipamentos individuais em razão da precariedade de energia elétrica necessária para prover o seu funcionamento ou uma recarga das suas baterias, por isso muitas pessoas contariam com a boa vontade de terceiros que possuíam geradores de energia particulares.

    O Exemplo estadunidense, como nação de primeiro mundo e uma das detentoras das últimas palavras em tecnologia, foi bem significativo, se considerado que nos momentos de crise, muito além que um simples plano B, a atuação do rádio foi primordial para o atendimento das necessidades da população norte-americana provocadas pelo violento fenômeno natural.

    Foi o rádio que orientou os cidadãos, os bombeiros, Guarda Nacional, as equipes de socorro e a defesa civil locais, pois as suas redes de comunicações normalmente exploradas estavam inoperantes. Por outro lado, os radiodifusores locais, estrategicamente, optaram em deixar de lado seus moderníssimos equipamentos de transmissão digital e utilizarem seus antigos transmissores analógicos, tanto para economizarem energia elétrica como propiciarem aos seus ouvintes, essa mesma possibilidade, além de ampliar a difusão dessas informações essenciais à prestação de serviços e a utilidade pública.

    A velha radiofonia também teve o seu papel; radioamadores, operadores da faixa do cidadão, estações dos serviços públicos das forças armadas, guarda nacional e até mesmo, comunicadores portáteis do tipo Walkie-talkie, compuseram redes de comunicação de emergência por onde tramitavam as informações necessárias a coordenação de esforços de muitas equipes envolvidas nesse episódio, transformando em ações essa vontade de ajudar o próximo.

    Existiu uma grande lição que o furacão “SANDY” deu para todos os adeptos do sepultamento prematuro do rádio? Entre todas as necessidades básicas do ser humano, a informação é uma das principais, e nesse caso, o rádio constituiu-se em uma fonte fundamental. Ele foi e está sendo o companheiro das pessoas em todos os momentos. Na rua, no carro, em casa, na hora de repouso, e inevitavelmente nas horas de calamidades e emergências urgências como essa, em que ter acesso à informação faz toda a diferença, pois sendo uma mídia instantânea, seu conteúdo de urgência, foi propagado para população exatamente da mesma forma quando não se pensava na televisão ou na internet.

    Na Arte de Allan Poe, aquele considerado morto ao ressuscitar, pronunciou algo ininteligível e desesperado para aqueles que foram testemunhas oculares da sua história. O rádio, de modo igual, nesse episódio, também gritou alto para que todo mundo ouvisse e entendesse que, ele ainda está vivo e que não o sepultem novamente de modo prematuro.

    Curtir

  28. Radio Tupi era de alcance nacional agora ficou restrita a Rio de Janeiro, ficamos órfãos de bons programas nas maduradas na minha região também acabaram com as AMs migraram para as FMs triste realidade só nos resta transmissões da Argentina e Paraguai também não sei até quando!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.