Milésimo gol de Pelé completa 50 anos; ouça narrações do rádio

Por Rodney Brocanelli

Hoje, o mundo do futebol comemora uma de duas datas mais históricas: o aniversário do milésimo gol de Pelé. Há 50 anos, o Atleta do Século atingia um recorde pessoal, que até hoje não foi atingido. Foi uma noite de expectativa e muita festa do Maracanã. O Santos enfrentava o Vasco, em partida válida pelo torneio Roberto Gomes Pedrosa. O gol saiu na segunda etapa, em cobrança de penalidade máxima. O cronometro marcava 39 minutos. Logo depois, Pelé foi carregado nos braços e concedia entrevistas à emissoras de rádio e tv. Entre suas declarações, uma delas ficou marcada: “Pensemos nas crianças pobres. Pelo amor de Deus, olhemos por elas”.

O blog Radioamantes recupera algumas narrações de rádio deste grande momento do futebol.

Pela então Rádio Nacional, de São Paulo (que anos depois viraria a Rádio Globo), quem fez o registro foi a dupla Pedro Luiz e Juarez Soares.

Flávio Araújo fez um relato deste momento histórico para a Rádio Bandeirantes.

Na Jovem Pan, o narrador escalado foi Joseval Peixoto. Destaque para o repórter Geraldo Blota, que foi um dos primeiro a entrar no gol depois de Pelé para extrair algumas declarações.

A Rádio Guaíba, de Porto Alegre, também esteve presente nesta cobertura. Milton Ferretti Jung e Lasier Martins irradiaram este grande feito para os gaúchos.

Walter Dias narrou o milésimo gol para os ouvintes de Santos pela Rádio Cacique. Reportagem de Leonardo Augusto.

Waldir Amaral foi o responsável por eternizar este momento na Rádio Globo (RJ). Detalhe para o puxão de orelha que ele dá no então repórter José Carlos Araújo. Deni Menezes também é ouvido neste trecho. Áudio extraído dos arquivos de Onofre Favotto.

Pela Rádio Gazeta (SP), o registro ficou a cargo de Darcy Reis e Roberto Carmona.

O quadro O Som do Rádio, produzido por André York, na Rádio Banda B, de Curitiba, trouxe depoimentos de alguns dos narradores que estiveram no Maracanã.

Osmar Santos não narrou o milésimo gol (pelo menos não há registros disso e ele só viria narrar na capital em 1972). Mas em alguma edição do Balancê, da Rádio Excelsior no começo dos anos 1980, ele pediu para o próprio Pelé para narrar o momento em que ele alcançou seu recorde pessoal. Áudio também extraído do arquivo de Onofre Favotto.

Pelé

10 comentários em “Milésimo gol de Pelé completa 50 anos; ouça narrações do rádio

  1. Lindo registro, mas pergunto… Você teria como obter o registro do milésimo gol feito pelo Haroldo Fernandes (“o homem da camisa 10”) da Rádio Tupi de São Paulo? Foi a melhor narração de todas – com todo o respeito às demais. Muito obrigado. Moacir

    Curtir

  2. Existe um gol histórico para o rádio que foi o Gol 1040, frequência da rádio Tupi de São Paulo, na inauguração do Estádio Colosso da Lagoa, do Ypiranga Futebol Clube, em Erechim/RS. Há áudios da narração feita pela Rádio Difusão de Erechim na época em 1970

    Curtir

  3. Em meados dos anos 70, o plantonista da Rádio Tupi apresentava um programa semanal, nas tardes de sábado, chamado “Gol de Placa”, em que eram apresentadas narrações de gols antigos por locutores da rádio.
    A abertura do programa era a linda narração do milésimo gol de Pelé, por Haroldo Fernandes, muito bem lembrada pelo Moacir Salzstein. Devo tê-la ouvido umas 20 vezes… eu a sabia de cor… Hoje me lembro apenas de curtos trechos. (“O Rei do Futebol ajeita sua coroa!… autoriza Manoel Amaro de Lima… correu Pelé… bateu… Goooool! Histórico! Gol para placa no maior estádio do mundo!… aplaudido por milhares de mãos…”)
    Como gostaria de ouvi-la de novo!
    Caro Rodney, tomara que algum radioamante a localize!

    Curtir

  4. Rodney, desde ontem voltei no tempo 45 anos atrás, em busca da narração do Haroldo Fernandes pela Rádio Tupi do mílésimo gol do Pelé, em razão do ‘rei’ comemorar seus 80 anos de vida nesta semana. Ela não sai da minha cabeça, como o Sérgio Miranda descreveu parte acima (me vi escrevendo a mesma coisa), e também lembrada pelo Moacir. Uma pena que não a encontrei. Sei que os arquivos da Tupi foram consumidos em um incêndio. Mas será que ninguém teria uma cópia gravada? Ouvi tal narração tantas vezes (na abertura do ‘Gol de Placa’) que sabia decor. Sem desmerecer as demais, mas a narração do H.F. foi fenomenal, de arrepiar. É algo histórico e que me lembro com prazer da minha infância. Gostaria muito que alguém pudesse compartilhar na rede esta gravação, caso ela exista.
    Vamos torcer para que isso aconteça, especialmente pelos antigos amantes do rádio.

    Curtir

  5. Olá Julio. Muito se fala, mas não se sabe mesmo qual o paradeiro dos arquivos da Rádio Tupi, de São Paulo. Nunca ouvi falar de incêndio. Entretanto, se eles existirem, acho que a preservação não deverá ter sido a mais adequada. Os vídeos da tevê tiveram mais sorte.

    Curtir

  6. Rodney, sobre o incêndio nos arquivos da Rádio Tupi, ouvi declaração do próprio Haroldo Fernandes em 2017, em entrevista ao Milton Neves.

    Curtir

  7. Eu também ouvia pelo “gol de placa”e mais de 50 anos depois ainda recordo de alguns trechos:
    “São 23horas e23 min.do dia 19 de novembro de 1969. O rei do futebol acerta sua coroa, ajeita o couro na marca penal,os jogadores do Vasco continuam reclamando, todos os homens do Santos no centro do terreno, ninguém ao lado da área, Pelé das costas ao Gramado, ajeita o couro na marca penal, autoriza Manoel Amaro de Lima, bateu Pelé é gol gooooollll histórico, gol para placa do maior estádio do mundo, Pelé, Edson Arantes do Nascimento o seu milésimo gol está cristalizado em Maracanã !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.