Archive

Posts Tagged ‘Rádio Gazeta’

Memória: relembre algumas narrações de Flavio Araújo na Rádio Gazeta (SP)

Por Rodney Brocanelli

Flávio Araújo é um nome conhecido dos bons tempos do Escrete do Rádio da Rádio Bandeirantes, entre os anos 1960 e 1980. Ele dividia as narrações dos principais jogos com Fiori Gigliotti e ainda era escalado para a transmissão de outros esportes, como boxe e Fórmula 1. Em 1981,  Flávio encarou um novo desafio em sua carreira, comandando a equipe esportiva da Rádio Gazeta. Lá, ele participou de uma grande cobertura, a da Copa de 1982, na Espanha, em rede com a antiga Rádio Clube Paranaense (hoje B2), de Curitiba. Flávio deixou a Gazeta em 1985. Após uma breve passagem pela Federação Paulista de Futebol, foi para Campinas e lá atuou como comentarista em emissoras como a Central.

Vamos destacar aqui três momentos de Flávio na Gazeta. O primeiro é o gol de Eder na partida entre Brasil x URSS, válida pela Copa da Espanha. O gol da virada da seleção canarinho.

Outro gol daquela mesma Copa, mas desta vez não muito agradável para os brasileiros. Flávio narra o terceiro gol da Itália na partida contra o Brasil, marcado por Paolo Rossi.

Para encerrar, Flávio Araújo narra o gol de Pita, pelo Santos, na primeira partida da decisão do campeonato brasileiro de 1983.

flavioaraujo

Memória: relembre Milton Peruzzi, Barbosa Filho e Geraldo Blota em ação na Copa de 1974

14/09/2016 1 comentário

Por Rodney Brocanelli

O áudio não está aquelas coisas, mas nunca é demais recordar um registro histórico da Rádio Gazeta, de São Paulo. Em 1974, a emissora tinha uma equipe esportiva respeitável e esteve presente na cobertura da Copa do Mundo daquele ano, disputada na Alemanha. No player abaixo, é possível ouvir um gol de Rivelino na partida entre Brasil e Alemanha Oriental. Aliás, um golaço de falta, uma verdadeira patada atômica. A narração é de Milton Peruzzi, com comentários de Barbosa Filho e as reportagens de Geraldo Blota.

ef2295f1df4af8569969049bd863ad56_400x400

 

 

Morre Oswaldo Bettio

30/06/2015 4 comentários

Por Rodney Brocanelli

Morreu nesta segunda-feira o radialista Oswaldo Bettio, irmão de Zé Béttio, aos 84 anos. A causa não foi revelada, mas segundo o site Bastidores do Rádio, ele já estava internado há vários dias. Oswaldo comandou programas nas rádios Record, Capital e Gazeta. A popularidade conquistada com seus programas de rádio fez com que conseguisse dois mandatos consecutivos de deputado estadual em São Paulo.

Ouça abaixo a íntegra de um programa apresentado por Oswaldo Betiio na Rádio Capital.

Os gols do final de semana

Por Rodney Brocanelli

Com as atenções voltadas para a Libertadores, o Internacional conquistou uma importante vitória sobre o Avaí no Beira-Rio. Ouça a narração de Haroldo de Souza, da Rádio Grenal. Vídeo postado por Leandro Sports Rádios.

No sábado, o Grêmio foi até Curitiba, mas levou uma traulitada do Coxa Branca: 2 a 0. Ouça o relato de Marcelo Cardoso, da Rádio Guaíba.

Já o Atlético-MG parece ter absorvido bem a desclassificação da Libertadores. Nem tomou conhecimento do Fluminense e aplicou uma goleada pelo placar de 4 a 1. Ouça a narração de Oswaldo Reis, da Rádio Globo (BH). Vídeo do canal Leandro Sports Rádios.

Tivemos campeão regional no Espírito Santo. O Rio Branco empatou com a Desportiva e levou o caneco pra casa. Ouça a narração de Sandro Venturini, da Rádio Gazeta. Aliás, o rádio capixaba prossegue sob forte influência do rádio carioca. Vídeo postado pelo blog Rádio Esportivo.

Flávio Araújo, 80

Por Rodney Brocanelli

E a festa não para. Ontem comemoramos o aniversário de Osmar Santos. Hoje é a vez de darmos os parabéns para Flávio Araújo, que foi narrador esportivo, defendendo por muitos anos o microfone da Rádio Bandeirantes, de São Paulo. Além disso, teve passagens pela Rádio Gazeta e Rádio Central, de Campinas (aqui como comentarista).Ele ainda está na ativa, com uma coluna no site Ribeirão Preto On Line e um comentário diário na Rádio Cultura, de Poços de Caldas (MG).

Flávio Araújo seguiu a escola de Pedro Luiz, fazendo uma narração descritiva do que acontecia em campo, nas quadras, no ringue ou mesmo nos autódromos. No entanto, ele se permitia usar alguns bordões, como o “colocou a deusa branca para fazer chuá”, logo após um lance de gol, ou o “o 10 está brilhando na camisa dele”.

Seu período na ativa como narrador esportivo coincidiu com o auge de pelo menos quatro grandes esportistas da história do Brasil: Adhemar Ferreira da Silva, Éder Jofre, Pelé e Émerson Fittipaldi. Flávio usou sua voz para propagar os feitos deste quarteto de ouro aos quatro cantos deste país.

Vamos relembrar aqui algumas de suas narrações. Flávio Araújo narra uma luta de Éder Jofre contra Danny Kid, no ginásio do Ibirapuera. O ano é 1959.

Em 1982, a Gazeta, então comandada por Flávio Araújo, se associou com a antiga Rádio Clube Paranaense, liderada por Lombardi Jr, para a cobertura da Copa da Espanha. Essa dobradinha fez muito sucesso na época.

Em 30 de Março de 1980, Nelson Piquet conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1. Narração de Flavio Araujo pela Bandeirantes.

Uma edição de seu “O Positivo e o Negativo”, na Rádio Cultura, de Poços de Caldas.

Flávio Araújo foi um dos entrevistados do Radioamantes no Ar, sempre apresentado pela web rádio Show Time.

flavioaraujo

Relembrando o jingle da equipe esportiva da Rádio Gazeta (AM) em épocas passadas

20/03/2014 2 comentários

Por Rodney Brocanelli

Milton Neves que me desculpe, mas para mim o jingle (ou logotom, como ele gosta de dizer) mais marcante do rádio esportivo em todos os tempos é o da Rádio Gazeta, de São Paulo. Não tenho maiores informações sobre sua história. Lembro-me de ouvi-lo muito no começo da década de 1980, abrindo e encerrando as jornadas esportivas da equipe que era conhecida como A Dona da Bola. Ouça no player abaixo.

gazetaam

Morre o narrador esportivo Ennio Rodrigues

12/08/2013 3 comentários

do Portal K3

O narrador esportivo araraquarense Ênnio Rodrigues Carraça, de 72 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (12), em São Paulo. A família não divulgou a causa da morte.

O autor do bordão “o que vale é bola na rede” e Barítono do Scrat do Rádio começou sua carreira pelas rádios “A Voz da Araraquarense” e “Rádio Cultura”, em Araraquara, e depois partiu para São Paulo.

Lá passou 27 anos na Band AM, trabalho nas rádios Gazeta e Tupi, atuou em programas esportivos de televisão, como o “No Campo do 13”, da Band, e nas tevês Gazeta, Cultura e na extinta TV Jovem Pan.
Este em oito Copas do Mundo – Inglaterra-1966, México-1970, Alemanha-1974, Argentina-1978, Espanha-1982, EUA-1994, França-1998, sendo que a mais importante delas para sua carreira foi a primeira, quando narrou a célebre vitória de Portugal sobre a Coréia do Norte por 5 a 3.

Ênnio foi presidente da Associação dos Cronistas Esportivos de São Paulo (Aceesp), é membro vitalício do Conselho Superior da Aceeesp, membro do Conselho Estadual de Desportos e integrante da Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Comentário: Com a colaboração do camarada e narrador esportivo Gomão Ribeiro, vamos relembrar duas narrações de Ennio Rodrigues. O primeiro é um registro de Ennio na Rádio Gazeta, de São Paulo, na década de 1990, narrando uma partida entre Guarani e Palmeiras.

Recuando um pouco mais no tempo, temos aqui uma outra narração Ennio, desta vez para uma partida da seleção brasileira contra a equatoriana da década de 1980.

84334_conteudo

%d blogueiros gostam disto: