Arquivo

Posts Tagged ‘Rádio Globo’

Ouça os gols do fim de semana

Por Rodney Brocanelli

Na Vila Belmiro, o Santos venceu o São Paulo pelo placar de 3 a 2. Ouça a narração de Hugo Botelho, da Rádio Capital.

Ouça também a narração de Paulo Sodate, da Rádio Tropical FM.

O Botafogo saiu atrás no placar, mas Roger cobrando pênalti garantiu o empate na partida contra o Atlético-MG: 1 a 1. Ouça a narração de Odilon Junior, da Super Rádio Tupi.

Ouça também a narração de Mario Henrique Caixa, da Rádio Itatiaia.

No Mineirão, o Cruzeiro repetiu o que aconteceu na Copa do Brasil e venceu o Palmeiras pelo placar de 3 a 1. Ouça a narração de Alberto Rodrigues, da Rádio Itatiaia.

O Avaí conseguiu uma bela vitória sobre o Grêmio, em Porto Alegre: 2 a 0. Ouça a narração de Marco Antônio Pereira, da Rádio Guaíba.

Ouça também a narração de Salles Junior, da Rádio CBN/Diário.

E ainda, a narração de Renan Silva Neves, da Rádio Estação Web.

Na manhã de domingo, Chapecoense e Atlético-PR empataram pelo placar de 1 a 1. Ouça a narração de Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital.

O Corinthians manteve a liderança do Brasileirão ao vencer a Ponte Preta pelo placar de 2 a 0. Ouça a narração de Ulisses Costa, da Rádio Banderiantes.

Ouça também a narração de Daniel Senna, da Premium Esportes.

Em um clássico triste por tudo o que aconteceu depois do apito e fora de campo, o Flamengo venceu o Vasco pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Luiz Penido, da Rádio Globo.

O Atlético-GO perdeu em casa para o Vitória: 2 a 1. Ouça a narração de Edson Rodrigues, da Rádio 730 AM.

Ouça também a narração de Salomão Batista, da Rádio Metrópole.

O Internacional tem feito questão de tornar as coisas mais difíceis na série B. No Beira-Rio, o time empatou com o Criciúma pelo placar de 1 a 1. Ouça a narração de Haroldo de Souza.

Ouça também a narração de Carlos Jornada, da Estação Web.

E ainda, a narração de Dante Bragatto Neto, da Rádio Eldorado.

O Juventude venceu o Guarani em casa: 2 a 0. Ouça a narração de Luis Magno, da Rádio Caixas.

Os gols do meio de semana

Por Rodney Brocanelli

Pela Libertadores, o Botafogo conseguiu uma excelente vitória fora de casa sobre o Nacional: 1 a 0. Ouça a narração de Ricardo Mazela, da Rádio Nacional (RJ).

O Palmeiras segurava o empate contra o Barcelona equatoriano até os 45 minutos do segundo tempo. No entanto, um gol até certo ponto bobo garantiu a vitória para a equipe da casa. Hugo Botelho narrou pela Rádio Capital.

Na Bolívia, o Atlético-MG perdeu para o Jorge Wiltermann pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Mario Henrique Caixa, da Rádio Itatiaia.

Pela Sul-americana, o Flamengo foi até o Chile, teve dificuldades, mas venceu o Palestino: 5 a 2. Ouça a narração de Edson Mauro, da Rádio Globo.

Em Mendoza, no estádio Malvinas Argentinas, o Grêmio venceu o Godoy Cruz pelo placar de 1 a 0 com um gol relâmpago de Ramiro. Ouça a narração de Angelo Afonso, da Rádio Grenal.

Ouça também a narração de Leonardo Dias, da Rádio Estação Web.

E o Naútico finalmente venceu a primeira na série B, fora de casa, contra o ABC. Ouça a narração de Aroldo Costa.

A série C está a todo vapor. Sampaio Corrêa e Remo empataram pelo placar de 1 a 1. Ouça a narração de Ronaldo Porto, da Rádio Clube.

Especial da Rádio Globo celebra o centenário do técnico João Saldanha

03/07/2017 1 comentário

A Rádio Globo veicula até o dia 14 de agosto a série “Vida que Segue, 100 anos de João Saldanha”. Uma celebração à história do jornalista, escritor e ex-técnico da seleção brasileira, a série de Saldanha é apresentada pelo ator e humorista Hélio de La Peña e conta com 13 episódios. Os cinco primeiros serão veiculados diariamente no programa Papo de Almoço até o dia 7 de julho. Os demais capítulos vão ao ar no mesmo programa às segundas-feiras, até o dia 14 de agosto. O podcast da série completa também estará disponível no aplicativo e no site da nova Rádio Globo.

“Vida que Segue, 100 anos de João Saldanha” conta a história de Saldanha a partir de entrevistas com antigos colegas de trabalho, áudios históricos e uma detalhada pesquisa. Técnico da seleção brasileira, comunista de carteirinha, comentarista que o Brasil consagrou, no rádio, na TV e no jornal, Saldanha foi multiplataforma antes do termo existir. De um estilo inconfundível, em que cativava os ouvintes como se estivessem numa mesa de bar, João é dono de frases célebres. Uma das mais marcantes foi aquela proferida para o presidente Médici, que pediu a escalação de um jogador quando Saldanha era técnico da seleção brasileira. Ao seu estilo, João Saldanha disse: “eu não escalo o ministério e o presidente não escala o time”.

Saldanha

Os gols do fim de semana

Por Rodney Brocanelli

A Alemanha é a grande campeã da Copa das Confederações ao vencer o Chile pelo placar de 1 a 0 (pelo menos não foi 7 a 1). Rogério Assis narrou pela Rádio Bandeirantes e Band News.

O Corinthians segue na liderança do Brasileiro com a vitória sobre o Botafogo pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Oscar Ulisses, da Rádio Globo.

Ouça também a narração de Ricardo Melo, da 105 FM.

E ainda, a narração do homem que mais narra no Grupo Bandeirantes (saiba o motivo ainda neste post): Ulisses Costa, da Rádio Bandeirantes.

O Flamengo venceu o São Paulo pelo placar de 2 a 0. Esse resultado colocou o tricolor na zona do rebaixamento do Brasileirão. Luiz Penido narrou na Rádio Globo.

A Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre, também acompanhou essa partida. Ouça a narração de Marcos Couto.

No clássico mineiro, deu Atlético-MG. Ouça a narração da dupla Alberto Rodrigues e Mario Henrique Caixa, da Rádio Itaiaia.

O Sport venceu o Atlético-PR pelo placar de 1 a 0. Ouça a narração de Aroldo Costa, pela Rádio Jornal.

Um gol contra de Machado deu a vitória ao Palmeiras na partida contra o Grêmio. Ouça a narração de Ulisses Costa, da Rádio Bandeirantes.

Ouça também a narração de Marcelo de Bona, da Rádio Gaúcha.

E ainda, a narração de Sidney Botelho, da Premium Esportes.

No Estádio Olímpico, Atlético-GO e Santos empataram em 1 a 1. Ouça a narração de Edmilson Almeida, da Rádio 730 AM.

E o Inter, hein? Perdeu para o Boa Esporte em pleno Beira Rio. Ouça a narração de Cézar Costa, da Rádio Estação Web.

Ouça também a narração de Henrique Lemes, da Rádio Melodia FM, de Varginha.

O Paraná venceu o Ceará pela contagem mínima. Ouça a narração de Marcelo Ortiz, da Rádio Banda B.

Ainda pela série B, Payssandu e Luverdense empataram pelo placar em 1 a 1. Ouça a narração de Carlos Gaia, da Rádio Clube.

Memória: a Copa de 2002 nas ondas do rádio

30/06/2017 1 comentário

Por Rodney Brocanelli

-A Copa Japão/Coreia de 2002 foi a primeira cuja revenda dos direitos de transmissão ficou a cargo do Grupo Globo. Com isso, muitas emissoras de rádio optaram por não transmitir aquela competição. O valor  (US$ 25 mil) foi  considerado caro demais na ocasião. Segundo a Folha de S. Paulo, apenas 12 rádios toparam desembolsar a quantia pedida. Com isso, a Jovem Pan resolveu fazer uma cobertura alternativa. Ela contratou grandes nomes do futebol (Luxemburgo, Leão, Zagallo, Candinho, Romário, entre outros) para comentar os jogos do Brasil durante o seu desenrolar. Globo e Bandeirantes até chiaram. A segunda colocou seu departamento jurídico de prontidão, segundo a Folha, para tomar qualquer providência se houvesse uma “transmissão mascarada”. Um anúncio foi até publicado pela Band nos jornais: “Atenção. Aviso ao público: faça como as rádios que não compraram e não pagaram os direitos de transmissão da Copa do Mundo. Ouça os jogos pela Bandeirantes”. Em outra frente, a Pan enviou Wanderley Nogueira para a cobertura do dia-a-dia da seleção. O repórter tinha prioridade total para entrar na programação da emissora. O detalhe: Wanderley não tinha credencial. Isso não chegou a ser um impedimento e o fator sorte contou muito. A seleção brasileira não se hospedou no hotel determinado pela Fifa. A delegação se mudou justamente para o local onde estava hospedado Wanderley. Além disso, os jogadores fizeram seus treinos em locais que não foram indicados pela Federação. Outro ponto que facilitou o trabalho do repórter. Além disso, a cumplicidade dos atletas com Wanderley ajudou bastante. Cafu e Émerson chegaram a ir até o quarto do repórter para conceder entrevistas.

-José Silvério estava na Rádio Bandeirantes havia quase dois anos. Foi sua primeira Copa como titular na emissora. Na época, algo que chamou a atenção foi o fato de que as narrações de Silvério chegavam bem antes dos gols da seleção brasileira na televisão. Isso contou muitos pontos a favor do locutor, que ganhou a admiração de muitos ouvintes por “antever” um gol de Ronaldo ou Rivaldo. A explicação para o fenômeno é bem simples. Tanto a Rádio Bandeirantes como a TV Globo usaram o satélite para as suas transmissões. Porém, o sinal da Globo chegava frações de segundo mais atrasadas por estarem juntos som e imagem. Para a Bandeirantes, só chegava o áudio, por isso a não demora na entrega. Vale lembrar que estamos falando de tv aberta. O Sportv transmitiu também aquela Copa, mas a tv por assinatura ainda não era tão popularizada no país. José Silvério fez narrações memoráveis dos jogos do Brasil. O gol de Ronaldinho contra a Inglaterra ganhou a melhor descrição possível: “ele enganoooou o muunnnndo”. Dunga foi um dos comentaristas daquela Copa na Bandeirantes. O ex-jogador e técnico (ou ex, quem sabe) esteve ao lado de Silvério nos jogos disputados na Coreia (onde o Brasil ficou na primeira fase) e no Japão. Roberto Avallone, do Brasil, também participou daquelas transmissões. Os repórteres eram Leandro Quessada e Eduardo Castro. Curiosidade: as chamadas do evento na emissora tiveram a voz do ator e dublador Francisco Milani (quem aí lembra do Seu Saraiva, do antigo Zorra Total?)

-O Sistema Globo de Rádio decidiu economizar no que diz respeito aos direitos de transmissão da Copa de 2002 e decidiu formar uma equipe só para a cobertura do evento. Antes, as rádios do Rio e de São Paulo tinham autonomia para fazer cada uma as suas transmissões. Além disso, estava em prática o projeto de rede da emissora, que naufragou tempos depois. José Carlos Araújo, então na Globo carioca, foi a voz dos jogos do Brasil para todas as emissoras da rede, incluindo São Paulo. E profissionais das emissoras de todas as praças foram unidos para a transmissão dos outros jogos (offtube ou geladão). Um exemplo: a partida entre China e Costa Rica (adversários do do mesmo grupo do Brasil) foi transmitida pelo Edson Mauro e Rui Fernando, dos estúdios no Rio, Luiz Augusto Maltoni e Osmar Garrafa, de São Paulo. O Mauro foi o narrador, com o Maltoni comentando e a dupla Guilherme/Garrafa como os pontas/metas/goleira. A CBN optou por fazer o mesmo tipo de cobertura da Jovem Pan.

-Na Grande São Paulo, as rádios América e Difusora, esta de Osasco, também irradiaram a Copa de 2002. A primeira entrou em rede com a Rádio K do Brasil, na época de propriedade de Jorge Kajuru. A segunda entrou em cadeia com a Rádio Sociedade, de Salvador. A Itatiaia, de Belo Horizonte, Guaíba e Gaúcha, de Porto Alegre marcaram presença. Uma outra rádio de Porto Alegre também esteve presente: a Rádio Pampa. Do Paraná, a única que esteve presente foi a Rádio Paiquerê, de Londrina, como bem lembra Edu Cesar.

Vamos a alguns registros sonoros:

Ronaldo marca o primeiro gol do Brasil na grande final. José Silvério narrou na Rádio Bandeirantes.

Silvério narra o segundo gol de Ronaldo.

Abaixo, é possível ouvir os gols da final entre Brasil x Alemanha com a narração de Haroldo de Souza, então pela Rádio Guaíba.

Ouça o gol de Ronaldo (o segundo daquela decisão) narrado por Willy Gonser, da Rádio Itatiaia.

Radioamantes no Ar fala de Hélio Ribeiro, Dudu Camargo e Datena

Nesta semana, o Radioamantes no Ar falou sobre a estreia de Dudu Camargo na Super Rádio. Outros assuntos: as declarações de José Luiz Datena, reclamando sobre a falta da liberdade de expressão, a cruzada da Abert contra o projeto que libera anúncios nas rádios comunitárias. E ainda: o programa recuperou fatos e áudios a respeito da saída de Hélio Ribeiro da Rádio Globo, em 1995. O Radioamantes no Ar é apresentado todas as sextas, sempre a partir das 21h, na web rádio Showtime (http://showtimeradio.com.br). Com Rodney Brocanelli, João Alckmin e Flavio Aschar.

showtime2

Os gols da semana

Por Rodney Brocanelli

Cazares fez mais um gol pelo Atlético-MG. Desta vez, o que garantiu a vitória do sobre o Fluminense. Ouça a narração de Mario Henrique Caixa, da Rádio Itatiaia.

Ouça também a narração de Ricardo Moreira, da Super Rádio Tupi.

Pela Copa das Confederações, a Alemanha venceu o México pelo placar de 4 a 1. Rogério Assis narrou pelo Grupo Bandeirantes.

E tem mais campeão regional na parada. O Sport venceu o Salgueiro pelo placar de 1 a 0 e ficou com a taça. Aroldo Costa narrou na Rádio Jornal.

Pela Copa do Brasil, o Flamengo venceu o Santos na Ilha do Urubu: 2 a 0. Ouça a narração de Edson Mauro, da Rádio Globo.

Pela Copa Sul Americana, o Corinthians empatou com o Patriotas. Ouça a narração de Ricardo Melo, da 105 FM.

Voltando à Copa do Brasil, o Grêmio aplicou uma goleada pelo placar de 4 a 0 sobre o Atlético-PR. Ouça a narração de Pedro Ernesto Denardin.

Ouça também a narração de Paulo Brito, da Rádio Bandeirantes.

E ainda, a narração de Julio Lemos, da Rádio Estação Web.

Na melhor partida da temporada, Palmeiras e Cruzeiro empataram pelo placar de 3 a 3. Ouça a narração de Alberto Rodrigues, da Rádio Itatiaia.

Ouça também a narração de Daniel Senna, da Premium Esportes.

Ouça também a narração de Nilson Cesar, da Rádio Jovem Pan.

Pela série B, o Juventude bateu o Goiás pelo placar de 3 a 0, em Caixas do Sul Ouça a narração de Luis Magno, da Rádio Caixas.

Na segunda, o Avaí venceu o Botafogo no Engenhão: 2 a 0. Ouça a narração de Salles Junior, da Rádio CBN Diário.

%d blogueiros gostam disto: