Archive

Posts Tagged ‘Rádio Tupi’

Riscos do tubão

Por Rodney Brocanelli

Fazer uma transmissão via tubão (ou geladão) implica em muitos riscos. Um deles é o de não perceber se um determinado lance resultou em gol ou não. Foi o que aconteceu com José Carlos Araújo, na Rádio Tupi, durante a transmissão de Brasil x Colômbia, válida pela Copa América. No primeiro tempo, recebeu um cruzamento na área e cabeceou para a defesa do goleiro Ospina. No rebote, a bola bateu na mão do jogador brasileiro e voltou para a defesa do goleiro colombiano. Em nenhum dos dois momentos, a bola entrou. Mas o Garotinho gritou o gol até perber de fato o que aconteceu. Ouça abaixo.

tupi

Os gols decisivos do fim-de-semana

04/05/2015 2 comentários

Por Rodney Brocanelli

Os campeonatos estaduais já têm os seus campeões. Mais uma vez, o rádio levou todas as emoções das partidas finais.

No Rio de Janeiro, tivemos estreia: José Carlos Araújo, agora é da Tupi e ele reeditou a parceria com Washington Rodrigues. Dentro de campo, Vasco livra-se do estigma de vice e grita “é campeão”. Vídeo postado por LeandroSportsRádios.

No Rio Grande do Sul, doce rotina para os torcedores do Internacional, que viram seu time levantar mais um caneco regional. Narração de Pedro Ernesto Denardim, da Rádio Gaúcha.

Já em São Paulo, o título foi decidido nos pênaltis. O Santos foi mais competente e se transformou no papa-títulos do estado. Ouça o registro de Oscar Ulisses na Rádio Globo.

O cameponato mineiro teve uma decisão envolvendo um time do interior e outro da capital. Valeu o peso da camisa: Atlético-MG bateu a brava Caldense. Ouça a narração de Oswaldo Reis, da Rádio Globo.

Goiás também conheceu o seu campeão da segunda divisão. O Vila Nova conquistou a taça e garantiu sua volta à elite em 2016 com uma goleada sobre o Goiânia. Ouça a narração de Hugo Sergio, na Rádio 730.

José Carlos Araújo é da Tupi

Por Rodney Brocanelli

Os blogs Rádio de Verdade e Cheni no Campo informaram na tarde desta segunda-feira a ida de José Carlos Araújo para a Rádio Tupi, do Rio de Janeiro. Sua estreia acontece já neste domingo, na decisão do campeonato carioca envolvendo Botafogo e Vasco. Além dele, também estão se transferindo para a Tupi o comentarista Gerson e o apresentador Gilson Ricardo. O trio estava até a semana passada na Rádio Transamérica, Há a promessa de que o Garotinho irá reeditar a histórica parceira com Washington Rodrigues, que fez muito sucesso nas rádios Nacional e Globo.

Em mais uma cortesia do blog Rádio Esportivo, ouça o anúncio oficial do casamento profissional entre Tupi e José Carlos Araújo.

garotinho

Memória: Clóvis Monteiro em 1986 fala sobre Zeca Pagodinho ao Globo Repórter

Por Rodney Brocanelli

Essa dica veio da fan page do blog Apaixonados por Rádio: um vídeo no qual um então jovem Clóvis Monteiro dá um depoimento ao programa Globo Repórter sobre a explosão do pagode em 1986, que tinha na linha de frente nomes como um também então jovem Zeca Pagodinho. Salvo engano, a repórter é uma também então jovem Sandra Passarinho.

Aliás, essa ascensão do pagode em meados da década de 1980 merecia uma análise mais profunda. Em pleo auge do rock brasileiro, o ritmo já contagiava parcelas expressivas da população brasileira e tinha até espaço generoso em emissoras de rádio. Na cidade de São Paulo, a hoje extinta Rádio Manchete tinha programas do genêro. E uma surpresa: poucos se lembram disso, mas a Brasil 2000, conhecida como rádio de rock, também tinha suas atrações dedicadas ao pagode.

Clóvis Monteiro é hoje um dos pricipais nomes do rádio no Rio de Janeiro. Ele é líder de audiência nas manhãs da Rádio Tupi. A voz é a mesma. Os cabelos estão bem mais grisalhos. Veja no vídeo abaixo.

Rádio Capital confirma parceria com Rádio Tupi (RJ) na Copa das Confederações

10/06/2013 1 comentário

Por Rodney Brocanelli

 

A sempre competente assessoria de imprensa da Rádio Capital acaba de divulgar o planejamento da emissora na cobertura da Copa das Confederações. Na verdade, confirmou-se o que foi divulgado no começo do ano: a parceria com a Rádio Tupi (RJ).  A Capital irá reproduzir o som da emissora carioca nos jogos mais importantes. Os integrantes da sua equipe esportiva irão abrir e encerrar as transmissões. O comunicado informa que a programação normal não será afetada. Ou seja, Eli Correa e companhia não perderá seu tradicional espaço.

Uma pena que o acordo com a Tupi não tenha permitido a mistura de profissionais nas transmissões. Talvez a experiência mal sucedida da Rádio Globo, que transmitiu durante um bom tempo sua programação em rede, com uma das cabeças na cidade de São Paulo, tenha assustado seus diretores.

Talvez se a emissora não fosse a Tupi, seria possível usar o mesmo expediente usado pela Rádio Clube Paranaense, de Curitiba, que se uniu à Rádio Gazeta, de São Paulo, na Copa da Espanha de 1982 . Graças à essa parceria, foi possível ouvir na mesma transmissão, narradores como Lombardi Junior e Flávio Araújo.  Essa rede deu bons resultados na ocasião para ambas as emissoras.

Embora seja do conhecimento geral que os preços para os direitos de transmissão foram baratos, lamenta-se que a Rádio Capital não tenha acreditado no seu departamento esportivos que, volta e meia, rende bons resultados nas pesquisas de audiência e que são comemorados por sua direção.

 

Logo da Rdio Capital

 

 

Rádio Tupi não vai mais tocar música ruim

Wagner Mendes

Por Marcos Lauro

A declaração polêmica do título deste post é de Wagner Mendes, que depois de seis anos retoma a direção musical da emissora popular de São Paulo.

Por “música ruim”, Wagner entende que são as músicas com letras apelativas, que incentivam a bebedeira ou tratam a mulher de forma machista. “Não quero que a programação tenha somente músicas de amor, mas acho que as que dizem que beber é sempre bom e pegar todas as mulheres está certo não devem ser prioridade”, disse o diretor ao blog Música Sertaneja, do Estadão.

Wagner aproveita para citar quais artistas, na sua opinião, fazem músicas boas: Paula Fernandes, Cristiano Araújo, Marcos e Belutti, Jorge e Mateus e Michel Teló.

A lista causa uma certa curiosidade, já que “ai se eu te pego”, do Teló, não é um dos versos menos machistas do universo musical.

Wagner também pretende aumentar o período de repetição de uma música na programação para três horas – hoje é possível ouvir uma mesma música na Tupi num intervalo inferior a esse.

As medidas devem melhorar a colocação da Tupi no IBOPE. A rádio ocupou a primeira colocação por bastante tempo e hoje está em terceiro.

Para ler a matéria completa com Wagner Mendes, clique aqui.

Há 34 anos…

19/09/2012 1 comentário

Por Rodney Brocanelli

Vasculhando alguns arquvios de aúdio aqui no meu notebook, descobri uma incrível coincidência. Tenho dois registros da antiga Super Rádio Tupi, de São Paulo, que operava nos 1040Khz. Até já os divulguei aqui no Radioamantes, mas não tinha me atentado para a data: 19-09-1978. Há exatos 34 anos. O primeiro é uma edição do boletim noticioso O Mundo Pela Tupi, com interpretação do saudoso Cyro Cesar Silvério.

O outro é um comentário de Mario Moraes, brilhante profissional da crônica esportiva, falando sobre os assuntos do futebol da época.

Nunca é demais lembrar que os áudios fazem parte do acervo de Onofre Favotto e que estáo disponíveis na Internet.

%d blogueiros gostam disto: